aquário

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

As palavras

As palvras são como setas que podem provocar vida ou morte alegria ou tristeza...
Por isso tem cuidado com que dizes ao proximo

domingo, 16 de outubro de 2011

AVENTURA

Nos confins do além
Provem uma imagem
Que vem do outro lado da margem
Um arem
De musas divinas
Ninfas que procuram minas
Rechedas  de bens
Ouro ,prata e pedras preciosas
Que lhes preencha o ego
Neste labirinto
Nada está extinto
E todos procuram riquezas
Procuram prencher o que é externo
O que é interno fica desprovido

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

A hora da verdade

Eu quero crer na minha verdade expressa
Nesta verdade existe tempo
Porque o amor que sinto
É enorme estou ligado a outro ser
Por um sentimento verdadeiro
Um amor profundo
Esta é a minha e a tua verdade
Nós amamos como odiamos
No entanto são tudo sentimentos abstratos
De qualquer maneira prefiro o primeiro
Que é o fruto do amor
E tu como leitor
Perferes um verdadeiro amor
Onde existe a escolha
De dar e partilhar
Aquilo que sentimos
Porque estamos vivos
E numa troca de olhares
Recebes  e dás uma caricia
Supremacia total
De uma verdade unica
Que transparece no rosto
De cada ser
Na sua existencia mais pura

domingo, 21 de agosto de 2011

ATRAIO-ME A NATUREZA

Dela eu vivo, dela eu respiro
Musa divina inspiradora
que me acolhes
no teu sopro
no teu despertar
vejo a luz
o ponto de partida para encontrar um descernimento
daquilo que é positivo e negativo
porque um sem outro não vivem
recordo dos tempos antigos
em que as águas dos rios
reflectiam fonte de imaginação
para criar um por do sol
ou mesmo um arco- iris
ou um percurso que nunca mais pode ter volta
acordo e deito-me com o sol e com a lua
meus guias deste lema da vida
também faço parte de Vénus, de Marte, Mercúrio, Saturno entre outros astros
em todo lado está um um pouco de mim
não posso ser um sem fim
antes desejo ser um serafim
cantando como um passarinho
o som sem ruido
que me faz despertar de um sonho
e ser amigo do propio destino
que eu propio crio
viajo por mil e um caminhos ,
ando por tantos atalhos
que acabo perdido
no retorno encontro um passado vivido 
um dia quero voar
e imigrar
ó destino meu futuro amigo
não me perca
sem que consiga atingir
a minha meta e o meu objectivo
meu ideal e meu porto de abrigo
para demonstrar que estou vivo